Centro de Porto Seguro + Centro Arraial D’Ajuda | Final

Centro Arraial D’Ajuda – Porto Seguro | Final

Olá pessoal, tudo bem?
Chegamos em nossa última postagem da série #PortoSeguro.
Gente, como nos divertimos nessa viagem viu?! Com certeza é um lugar que vocês têm que conhecer. Ôôôô Bahia!!! =D

Para finalizar, contaremos um pouquinho sobre o Centro de Arraial D’ajuda. Um pequeno vilarejo muito charmoso e colorido, misturado com diversas arquiteturas rústicas. Sem dúvida, é uma parada obrigatória para quem vai a Porto Seguro.

O vilarejo possui muitos restaurantes, bares, artesanatos, pousadas e muito mais, além é claro,  de belas praias.

Os pontos principais de Arraial D’ajuda são:

Rua do Mucugê – Essa rua é carinhosamente chamada como “A rua mais charmosa do Brasil”, devido a toda sua estrutura e também por ser toda colorida, dando mais vida e alegria ao lugar e as pessoas que lá frequentam.

Rua Broadway ou “Bróduei” – conhecida também por seus restaurantes e artesanatos, mas, principalmente, por nela se encontrar a famosa Igreja Nossa Senhora D’Ajuda e também o mirante, onde você pode fazer um pedido e amarrar aquelas fitinhas coloridas tão usadas na Bahia.

1

2

3

Igreja Nossa Senhora D'ajuda

Igreja Nossa Senhora D’Ajuda

Igreja Nossa Senhora D'Ajuda

Igreja Nossa Senhora D’Ajuda

No centro de Arraial D’ajuda, assim como no centro de Porto Seguro, as ruas principais ganham mais vida a noite. No período da manhã ou até mesmo início da tarde, grande parte dos comércios estão fechados.

A dica que damos é: conhecer esses lugares pelo período da manhã, e logo após, tomar um banho de mar na praia do Mucugê e,  voltar a noite para essas mesmas ruas para conhecer e curtir um pouco da vida noturna por lá.

Mirante em Arraial D'Ajuda

Mirante em Arraial D’Ajuda

Mirante em Arraial D'Ajuda

Mirante em Arraial D’Ajuda

Mirante em Arraial D'Ajuda

Mirante em Arraial D’Ajuda

Mirante em Arraial D'Ajuda

Mirante em Arraial D’Ajuda

Praia do Mucugê

Praia do Mucugê

Praia do Mucugê

Praia do Mucugê

Gastamos apenas o valor da balsa R$ 3,50 (por pessoa) + R$ 2,70 (por pessoa) da van até o centro e mais R$ 6,00 (por pessoa) para retornar com a van da praia até a balsa.
OBS: Do centro até a praia dá para ir a pé 😉

A única coisa mais “chatinha” é que tudo em Arraial D’ajuda é mais caro que em Porto Seguro mas, com certeza, é um lugar que não pode deixar de ser visitado.

Beco das Cores - Rua do Mucugê

Beco das Cores – Rua do Mucugê

Beco das Cores - Rua do Mucugê

Beco das Cores – Rua do Mucugê

14

15

Esperamos que tenham gostado dessa série #Porto Seguro e, esperamos também que se motivem em fazer uma viagem para esse lugar maravilhoso e conhecer um pouquinho de onde nosso Brasil nasceu 🙂

Beijos com carinho,
Mi e Gi

 

Chalana – Porto Seguro | Parte 6

Olá pessoal, tudo bem?

Quem já tomou banho de lama? O que acharam? 
Com certeza já perceberam que adoramos falar de viagens/ passeios né? Haha, e para dar continuidade em nossos posts da série #PortoSeguro, hoje contaremos um pouquinho sobre o passeio que fizemos de Chalana com destino a praia de Santo André ou então, para quem preferir, para a praia dos “7×1”. Sabem por que “7×1”? Porque a seleção Alemã quando veio para o Brasil na Copa do Mundo de 2014 ficou hospedada nesta praia e, os próprios brasileiros brincando com a situação do placar, acabaram dando este nome a praia de Santo André. Nada mais justo, rsrsrs.

1

Esse passeio fechamos com agência de viagens CVC mas, sinceramente, achamos caro – R$ 145,00 por pessoa e não aproveitamos tanto assim (apesar de ser um passeio bonito, não foi o nosso preferido).

Um dos motivos por termos fechado com a CVC, é que a Chalana deles possui dois andares e a maior parte dela é coberta. Como a travessia até a praia de Santo André iria demorar por volta de 1h00, não ía da para ficar com aquele sol na cabeça esse tempo todo. O sol é MUITO forte, rsrs.
Outro motivo por termos escolhido a CVC neste passeio, foi por ter um entretenimento a bordo rs, brincadeiras e aula de zumba. Assim a travessia ficaria mais divertida. 

2

3

4

5

 

No meio do percurso teve parada para tomar banho de lama. Para ser sincera, eu (Milena) pensei que fosse adorar, mas aconteceu o contrário. Não gostei não, hahahaha.

Era lama mesmo, aquelas do mangue sabe? E não aquelas de argila. Por isso, além de um cheiro bem forte, era péssimo para sair da roupa de banho (quem quiser se aventurar nesse banho de lama, vá com um biquíni/maiô, bermuda mais velho, porque estraga mesmo).

6

7

Continuamos o percurso até a praia de Santo André. Uma praia limpa, águas calmas, maré baixa e sem onda, porém, as outras que tínhamos ido até então achamos mais bonitas. Ficamos apenas 2h na praia e depois retornamos com a Chalana para o almoço na Ilha do Sol (já incluso no valor cobrado).

8

9

Na Ilha do Sol, além do restaurante, há uma lojinha onde são vendidos diversos doces típicos, licores, cachaças, artesanatos, etc. Para quem quiser dar uma descansada, há algumas redes por lá também, mas são bem poucas.

10

11

12

13

14

15

Após 1h30 aproximadamente, retornamos para a cidade.

Gente, como já “falamos” no início, o passeio é bonito e para quem gosta de algo mais calmo vale a pena conhecer. MAS, nós preferimos outros tipos de passeio e também como já contamos, achamos caro. Haviam outros lugares mais baratos para realizarmos esse passeio, mas não com a mesma comodidade que tivemos na Chalana da CVC e também não tinham o almoço incluso. Então, antes de fazerem esse passeio, verifiquem se realmente gostam dessas coisas que escrevemos. Se a resposta for SIM, não pense muito. FAÇA! Mas se a resposta for NÃO ou TALVEZ, indicamos não fazer e não jogar dinheiro fora, pois poderá fazer um passeio que lhe agrade mais 🙂

Essas são nossas diquinhas de viagem de hoje 😉

Beijos com carinho,
Mi e Gi

12512594_972869009460824_7119035893155365259_n

Trancoso – Porto Seguro | Parte 5

Olá pessoal, tudo bem?

Mais um post da série #PortoSeguro e dessa vez um poquinho sobre Trancoso.

Essa praia é um pouquinho distante do Centro de Porto Seguro. Demoramos em torno de 1h para chegar até ela.
Foi mais um passeio que fizemos por conta e que economizamos bastante também.

Mais uma vez tivemos que fazer a travessia de balsa para Arraial D’ajuda e, quando você desembarca, há diversas vans e ônibus que levam a diversos lugares, como praias, centro de Arraial D’ajuda, parque aquático, entre outros.

Nossa primeira dica é: No dia em que for para Trancoso, chegue cedo em Arraial para conseguir pegar as vans que levam até lá (achamos melhor ir de van do que de ônibus). MAASSS, como nesse dia chegamos lá por volta das 12h00, acabamos indo de ônibus estilo os de rodoviária, sabe? Pagamos R$ 8,00 por pessoa (e as vans cobram R$ 10,00), super barato.

Em Trancoso a praia é linda e com bastante ondas, porém, o custo nessa praia é meio carinho. Normalmente todos os quiosques cobram consumação mínima. Por isso, antes de sentar em qualquer quiosque, pergunte se há consumação mínima por pessoa e qual o valor, para ver se encaixa em seu orçamento 😉

1

2

3

4

5

Nesse dia achamos um quiosque chamado Cabana Terra Nova. Um quiosque grande, arrumadinho e, não iríamos precisar pagar a consumação mínima (apesar de  escrito no cardápio) SE, comprássemos ao menos alguma porção.
Estamos frisando bastante o fator “consumação mínima” porque, algumas pessoas assim como nós, não são de ficar comendo ou bebendo muito na praia e, isso acaba sendo um prejuízo de certa forma para quem está pretendendo não gastar muito.

6

7

8

9

10

Trancoso é uma praia muito badalada, inclusive muitos artistas quando vão para Porto Seguro, ficam hospedados em Trancoso. É muito chique benhê! Por isso o custo nesta praia é mais caro.

Mas sinceramente? Economiza um poquinho em outros passeios (como já demos algumas dicas nos posts anteriores) e vá conhecer Trancoso. Você vai amar e vai se sentir com a cara da riqueza, assim como nos sentimos..hahhahahaha

#SeJogaEmTrancoso

Beijos com carinho,
Mi e Gi

 

Eco Parque Arraial D’ajuda – Porto Seguro | Parte 4

Olá pessoal, tudo bem?

Dessa vez o assunto é parque aquático. Somos as loucas das piscinas e toboáguas, hahahahaha. Quem mais gosta?

Durante nossa semaninha em Porto Seguro, é claro que não poderíamos deixar de conhecer o parque aquático Eco Parque Arraial D’ajuda e, sem dúvidas, foi o passeio em que mais nos divertimos.

Gente, esse é mais um passeio que dá para economizar tranquilamente. Não há necessidade de fechar este passeio com alguma empresa de turismo (pelo menos para quem estiver hospedado no Centro de Porto Seguro, como no nosso caso).

1

Como o parque fica em Arraial D’ajuda, fomos a pé até a balsa (para quem não acompanhou, já citamos todo o nosso trajeto nos posts anteriores da série Porto Seguro 😉 ) e, no caminho paramos em um ponto de venda para comprar os ingressos (não nos recordamos o nome do local, mas é um ponto de venda autorizado onde os ingressos são no mesmo valor da bilheteria), porém, comprando neste local você evitará filas quando chegar ao parque. Iremos postar abaixo a foto de onde compramos o ingresso, bem como o nome da rua para poder ajudar vocês, caso alguém tenha interesse.

Ponto de venda autorizado Eco Parque Arraial D'ajuda

Ponto de venda autorizado Eco Parque Arraial D’ajuda

O ponto de venda autorizado do Eco Parque Arraial D'ajuda fica na esquina da Rua

O ponto de venda autorizado do Eco Parque Arraial D’ajuda fica na esquina da Rua Saldanha Marinho com a Av. Raimundo Costa Sampaio – Centro – Porto Seguro/BA

Pagamos R$ 100,00 por pessoa e, algumas empresas estavam cobrando R$ 165,00 (valor do ingresso + transporte). Realmente não vale a pena fechar com nenhuma empresa, pois a travessia de balsa é apenas R$ 3,50 e assim que desce em Arraial D’ajuda, há diversas vans logo em frente a balsa, que levam para os mais diversos lugares, inclusive para o parque e, como o Eco Parque Arraial D’ajuda fica apenas 5 minutinhos dali, o preço que pagamos na van foi de R$ 2,70 por pessoa. Façam as contas e vejam o quanto economizamos. É MUITA DIFERENÇA! Lembrando que para voltar para Porto Seguro, o pagamento é somente para a van, pois na balsa não será cobrado mais nada.

OBS: Ficar atento para não comprar o ingresso em qualquer lugar e correr o risco de o ingresso ser falsificado 😉

Quanto ao parque, é simplesmente tudo de bom!

Ele não é muito grande e também não tem muitos toboáguas (apenas 6), mas tem também a piscina de onda, a área das crianças, a piscina de correnteza (aquela que você deita na boia e deixa a água te levar) e tirolesa. Fora isso tem o restaurante, vários quiosques com comidas variadas, lojinha de conveniência, armários, e ainda fica de frente para a praia Mucugê, com uma vista incrível!

4

5

6

8

7

9

Gente, se vocês forem a Porto Seguro e gostarem de piscina, vão conhecer esse parque. É simplesmente demais. Temos certeza que vão amar. Eu (Milena) fui praticamente expulsa do parque, pois eu não queria sair de lá por nada. SABEM COMO É AQUELE MOMENTO CRIANÇA NÉ? Hahahahaha

10

11

Vista de dentro do parque para a Praia Mucugê

Vista de dentro do parque para a Praia Mucugê

13

Área para o almoço no Eco Parque Arraial D'ajuda

Área para o almoço no Eco Parque Arraial D’ajuda

Área para descanso com vista para o mar, dentro do Eco Parque Arraial D'ajuda

Área para descanso com vista para o mar, dentro do Eco Parque Arraial D’ajuda

Se tiverem dúvidas podem deixar aqui os comentários que vamos adorar ler e responder.

Beijos com carinho,
Mi e Gi

 

 

Praia do Espelho – Porto Seguro – Parte 3

Olá pessoal, tudo bem?

Continuando com nossa série de posts sobre nossa viagem à Porto Seguro/BA, dessa vez vamos contar um pouquinho sobre a Praia do Espelho.

100

Diferente da maiorias das outras praias da cidade (ou próximas a Porto Seguro), a Praia do Espelho é uma praia um pouco distante, cerca de 2h do Centro da cidade (não recordamos direito, mas algo em torno de 85km). Parte do trajeto em asfalto, outra parte em estrada de terra, bem ruinzinha por sinal..rsrs

Por ser uma praia mais distante, ficamos pensando em como iríamos fazer para chegar até ela. Pelo que procuramos saber, não havia transporte público que levasse até o local e, os taxistas cobravam bem carinho, algo em torno de R$ 300,00 (ida e volta). De certa forma dá até para entender o porquê de tão caro, além da distância, aquela estradinha de terra, consegue literalmente “acabar” com o carro.

Os meios no qual iríamos conseguir chegar até lá eram: táxis, alugar um carro (o que também não fizemos devido ao valor), ir com alguma agência de turismo ou de jatinho/helicóptero (essas últimas estavam fora de cogitação..hahaha).

101
102


Apesar de termos fechado nosso pacote de viagem com a CVC, este passeio até a praia do Espelho, fechamos com a empresa 
VITOI TURISMO. Os motivos? Pagamos R$ 60,00 por pessoa (ida e volta) e também nos deixaram em um quiosque onde não havia necessidade de consumação mínima por pessoa (a maioria dos quiosques nesta praia cobram consumação). Já algumas outras empresas de turismo cobram bem mais caro para realizar este passeio. Portanto, fica aí mais uma dica para economizar um pouquinho 😉

A VITOI está localizada no centro de Porto Seguro, e por sinal, era bem em frente ao hotel em que ficamos hospedadas. Isso foi ótimo!

Durante a viagem, paramos para conhecer bem rapidinho uma pequena aldeia indígena (bem rápido mesmo, coisa de 10min), onde também vendia-se por lá alguns artesanatos feitos pelos índios. Logo após, continuamos nosso trajeto. Eeeeeee…finalmente CHEGAMOS!!!

103

Geeennnnteeeeee..páááára tudo!!! Que praia espetacular é aquela? Sinceramente? Uma das praias mais lindas que já vimos! E também, segundo alguns outros sites, a praia está entre as mais belas do país.

É uma praia de águas calmas e MUITO cristalina. E quando olhamos para o horizonte, uma imagem que não dá para explicar. Um mar com vários tons de azul, simplesmente MA-RA-VI-LHO-SO!!!! Lá conseguimos observar o motivo de se chamar “Espelho”. A água é tão transparente que conseguimos ver claramente as paisagens submersa, como se fosse um espelho cristalino; e também, porque nossa sombra reflete perfeitamente entre as águas. 

104
105
106
107

Normalmente durante o dia a maré está baixa e conseguimos andar longos metros dentro d’água, sem que a água passe dos joelhos. Um pouco mais tarde a maré sobe, o que fica mais gostoso para tomar um banho de mar.
Ah, é um mar sem ondas também! NÓS ADORAMOS ISSO! hahaha

Para que se possa ver todos os detalhes e beleza dessa praia, indica-se ir em dias que o tempo esteja bom.
Ok, na Bahia o sol é demais e dura quase o ano inteiro, mas nunca se sabe né..rsrsrsrs

Com certeza é a praia que mais indicamos conhecer para quem vai passar suas férias em Porto Seguro.

Vale muito apreciar cada pedacinho daquele lugar 🙂

108
109
110
111
112

Esperamos que tenham gostado 😉

Beijos,
Mi e Gi

Centro Histórico Porto Seguro + Praia Taperapuã – Parte 2

Olá pessoas lindas, tudo bem?
Dando continuidade às postagens sobre Porto Seguro, contaremos neste post um pouquinho sobre nosso primeiro passeio pela cidade.

Como citamos no post anterior, fechamos nosso pacote de viagem pela empresa CVC. Normalmente os pacotes fechados com a CVC incluem um passeio gratuito chamado City Tour, e para quem pretende economizar sem deixar de fazer os passeios essa é uma ótima opção.

Nosso City Tour foi para o Centro Histórico e Praia de Taperapuã.

Igreja Nossa Senhora da Pena

Igreja Nossa Senhora da Pena

No Centro Histórico pudemos conhecer um pouquinho do início da História do Brasil (nossa..sério? hahahaha). Ele fica no topo de uma falésia, sobre a orla e tem uma vista incrível, daquelas que dá vontade de sentar e ficar admirando o dia todo.

É lá no Centro Histórico que também tem a 1ª Igreja construída no Brasil em devoção a Santa (Igreja Nossa Senhora da Pena) e foi uma das primeiras a serem construídas, o Farol de Porto Seguro, o Marco do Descobrimento instalado pelos Portugueses e também a Casa da Câmara e Cadeia (que hoje abriga o Museu de Porto Seguro), mas como fomos em um dia de feriado, o museu estava fechado.

20151225_121828

16

Farol de Porto Seguro

Farol de Porto Seguro

Marco do DescobrimentoMarco do Descobrimento

Lá também tem várias daquelas famosas casinhas coloridas que sempre vemos em fotos. Por sinal, vocês sabem o motivo delas serem coloridas???? Nós não sabíamos e achamos muito interessante.

Antigamente não havia numeração nas casas para a entrega de correspondência e, para facilitar a entrega, os moradores pintavam suas casas de diferentes cores. Dessa forma as correspondências eram entregues assim: Milena (casa azul), Giovanna (casa lilás). Legal né?

10

No Centro Histórico pode-se encontrar também, diversas lojinhas de artesanatos, vendas de chocolate do puro cacau, produtos medicinais, além da lindíssima roda de capoeira (clique aqui para assistir o vídeo) e o famoso acarajé.

222

9

20151225_113732
Após este passeio, fomos a praia de Taperapuã, super conhecida e badalada devido ao complexo Toa Toa.
É uma praia de águas calmas e limpa, localizada à aproximadamente 5km do Centro de Porto Seguro.

O complexo Toa Toa tem uma ótima estrutura e, durante o dia serve diversos tipos de refeições, petiscos e bebidas. Além disso também tem apresentações do grupo de axé no palco principal. Durante a noite, o complexo realiza diversos shows e funciona como uma balada.

20151225_164143
20151225_155403
20151225_155304

Para voltar para o hotel, poderíamos ir com a própria CVC (por volta de 15h00), mas resolvemos ficar um pouco mais e curtir a praia, pois do outro lado da rua há um ponto de ônibus, onde passa uma linha que nos deixou praticamente na porta do hotel em que estávamos hospedadas, pagando apenas o valor de R$ 2,70 por pessoa.

Portanto, quando falamos que é um passeio que da para economizar, é porque da mesmo. E vale muito!

Porto Seguro é uma cidade em que tudo é muito perto e o transporte público funciona. Então não há necessidade de ficar pagando valores mais caros para táxi ou aluguel de carro. Não compensa (a não ser que você queira maior comodidade), mas como estamos em épocas de vacas magras não podíamos esbanjar muito e a opção que tivemos foi essa..hahahaha

Enfim..
É um passeio que para quem for a Porto Seguro não pode deixar de fazer, principalmente por poder conhecer um pouquinho sobre onde nosso país nasceu 😉

Beijos,
Mi e Gi